GM quer contratar funcionários demitidos pela Ford

No mês passado, a Ford anunciou que iria realizar a demissão de uma quantidade bem significativa de funcionários. Neste cenário, o impacto para o desemprego no estado de São Paulo acabou sendo bem grande. Porém, a GM se movimentou para contornar esta realidade.

Compreendendo como uma situação oportuna de incorporar um grande número de empregados qualificados, a GM firmou um acordo nesta tarde com o prefeito de São Bernardo para poder realizar a incorporação.

GM
Foto: (reprodução/internet)

Entenda mais a respeito desta manobra da General Motors que promete ser um avanço para as operações da empresa a seguir, na continuação deste artigo.

A preferência será para os demitidos da Ford

Atualmente, não estão abertos os processos seletivos para compor a equipe de trabalho da GM. No entanto, quando a oportunidade aparecer, a empresa já terá um norte em relação a quem poderá contratar.

Isso irá acontecer devido ao compromisso estabelecido entre Carlos Zarlenga, presidente da GM na América do Sul, e Orlando Morando, que é o atual prefeito do município de São Bernardo do Campo. Nas tratativas, ficou decidido que a preferência na avaliação de novos funcionários será dos profissionais que precisaram ser demitidos pela Ford.

PROPAGANDA

Os lados puderam chegar a esta decisão após uma reunião realizada na sede da General Motors em São Caetano. Além do presidente da companhia, também estava presente a sua vice, Marina Willisch e Adriano Barros, que é o diretor de Relações Governamentais para o Mercosul.

Acompanhando o chefe do executivo municipal, estava Fernando Longo, que é o atual assessor especial do Governo de São Bernardo do Campo. A conversa entre eles durou cerca de uma hora, que foi um tanto quanto proveitosa.

Portanto, após a assinatura de um protocolo de intenções entre os lados envolvidos, ficou decidido que a prefeitura do município prestará o auxílio necessário que a General Motors. Isto é, com a intenção de que os funcionários demitidos na última remessa da Ford sejam incorporados à planta industrial da GM em São Caetano.

Prefeitura auxiliará a GM

Para que esta transação seja realizada, será necessária a utilização da Central de Trabalho e Renda de São Bernardo, mais conhecida como CTR. Esta central, por sua vez, fará mais do que o encaminhamento dos profissionais.

Através do CTR, portanto, será feita uma prévia qualificação desses ex-funcionários, de modo que a GM possa definir se eles atendem ou não aos requisitos exigidos. Aqueles que se encaixarem melhor para atender as novas tecnologias do mercado automobilístico, serão absorvidos pela fabricante.

Orlando Morando deu destaque bastante favorável a reunião. Em entrevista ao UOL, o prefeito disse:

“A reunião foi muito positiva. A Prefeitura de São Bernardo, por meio do CTR, vai encaminhar, de forma oficial, remanescentes da Ford e outras montadoras. Assim, a GM dará uma análise preferencial para todo esse corpo funcionários. Preferência no currículo. Isso é ótimo para o município, pois podemos fazer essa realocação dos trabalhadores”

O presidente Carlos Zarlenga também comentou positivamente a respeito da oportunidade. Para ele, ter profissionais já qualificados para serem contratados é uma grande vantagem.

“É uma excelente ideia. Primeiro porque, como o prefeito disse, são profissionais já treinados. Segundo, estamos fazendo um forte investimento e vamos precisar de talentos para operar. É um ganha-ganha tanto para São Bernardo quanto para a GM”

PROPAGANDA