3 mentiras inaceitáveis em uma entrevista de emprego

Atualmente, existem algumas mentiras que são inaceitáveis durante uma entrevista de emprego. Isso não quer que existem mentiras que podem ser contadas.

Só que algumas podem representar a exclusão do funcionário da lista de empregados da empresa, por exemplo. É por isso que todo cuidado é pouco nessa hora.

Mesmo porque tem muita gente que acaba mentindo, achando que essa mentirinha não vai dar em nada ou que pode ajudar a se classificar frente aos outros concorrentes. Mas, no fim das contas, nem sempre o resultado é esse.

Confira, abaixo, as 3 principais mentiras que são inaceitáveis. Aliás, elas podem ser descobertas muito facilmente, como em uma pesquisa feita na sua carteira de trabalho.

1 – Salário

Mentir sobre o salário sempre gera péssimos resultados em uma entrevista de emprego. Não é incomum encontrar pessoas que saíram do antigo serviço para encontrarem salários mais altos e melhores.

Por isso, saiba que mentir sobre isso não vai te ajudar. Já que você pode trocar o serviço antigo por outro que pague o mesmo valor.

Se, durante a entrevista, for perguntado sobre o seu salário antigo e sobre a sua satisfação com ele, seja verdadeiro e sincero – como em todo restante da entrevista.

Aliás, se você mentir que ganhava mais do que a verdade, considere que hoje em dia é bem fácil ver os seus últimos empregos na carteira de trabalho, inclusive, saber quanto você ganhava.

Nesse caso, só tome cuidado com a indelicadeza. As vezes, a empresa que está interessada no seu trabalho não pode custear o que você está pedindo. E você não é obrigado a aceitar o trabalho, também. Mas, seja delicado ao dizer “não”.

2 – Demissão

O motivo da demissão pode acabar sendo descoberto também. Portanto, mentir sobre isso é uma péssima ideia e vai te colocar em saia justa em algum momento.

Nunca crie histórias para inventar a sua saída da empresa antiga. O histórico da sua carteira de trabalho também pode acabar te entregando.

Aliás, nos últimos tempos, os cortes de pessoas e os desligamentos que aconteceram nas empresas é mais do que comum. Portanto, ser demitido por causa de corte de verbas não é nada de outro mundo.

3 – Escolaridade

Essa talvez seja uma das mentiras que menos aceitam desculpas. Se você mentir sobre o seu grau de escolaridade, saiba que você pode até ser demitido por justa causa. Por isso, nada de mentiras!

Diga tudo o que você fez, as suas experiências e os seus estudos. Mas, não tente agregar algo que você não tem para tirar vantagens frente aos outros concorrentes.

Se fez apenas o básico do inglês, diga isso. Se fez apenas até o ensino médio, fale isso também. Se parou de estudar a faculdade de medicina porque não se deu bem nas aulas, não minta para o seu entrevistador.

A verdade é que tem muita gente mentindo sobre muita coisa sobre a escolaridade. Só que isso é muito fácil de ser visto, especialmente, quando a prática do funcionário não condiz com a sua capacitação.